Benguela: Governador identifica zonas de requalificação no Lobito

Benguela: cidade do Lobito (Foto: José Honório)
Benguela: cidade do Lobito (Foto: José Honório)
Benguela: cidade do Lobito (Foto: José Honório)

O governador provincial de Benguela, Isaac dos Anjos, identificou nesta sexta-feira, no município do Lobito (Benguela), as zonas de requalificação da periferia desta cidade, visando o desenvolvimento sustentável dos cidadãos residentes na circunscrição.

De acordo com o governador que falava à imprensa a margem da visita efectuada ao Lobito, a área identificada localiza-se 22 quilómetros a norte do Lobito, no perímetro entre o rio Catumbela e a zona do Culango.

Sem avançar datas, Isaac dos anjos referiu que outros pontos a serem requalificados serão a zona do bairro africano e na Cassai (salinas).

De acordo com o governador foram incorporados cerca de 10 mil hectares para se fazer a requalificação da cidade. “O Lobito já alberga cerca de 450 mil cidadãos, tendo em conta a redução do município da Catumbela que antes era uma comuna com 770 mil habitantes pertencente ao Lobito”, disse.

Durante a sua estada de algumas hora na localidade, visitou igualmente a zona dos Cabrais, onde foram alojados os sinistrados das chuvas de 11 de Março do corrente ano.

Por seu turno, a administradora municipal da Catumbela, Filomena Pascoal, referiu que apesar de haver uma separação administrativa com o município do Lobito, em termos físicos as duas cidades estão ligadas, daí que para a Catumbela já está a se pensar na requalificação dos bairros da Tata e do Kaputo. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA