Administrador da Maianga quer sensibilização permanente no combate à venda anárquica

MERCADO INFORMAL (Foto: Angop)

O retorno de algumas vendedoras aos mercados oficiais do Distrito Urbano da Maianga está a merecer uma atenção especial do administrador distrital da localidade, Victor Ferreira, que orientou os seus colaboradores para sensibilizarem de forma regular as mulheres no intuito de ocuparem os espaços.

MERCADO INFORMAL (Foto: Angop)
MERCADO INFORMAL (Foto: Angop)

A inquietação do responsável foi manifestada quarta-feira no encontro que manteve com os administradores de bairros, tendo recordado  que o diálogo deve ser permanente e só a posterior o exercício da autoridade, para a reposição da legalidade.

Na ocasião, manifestou a sua indignação pela atitude de alguns fiscais, que sem sensibilização atacam as vendedoras.

“ Vamos primar pelo diálogo, em última estância o recurso ao exercício da autoridade, mas, com ponderação e civismo “, exortou.

O Distrito Urbano da Maianga conta com aproximadamente cinco mercados oficiais.

A circunscrição, cuja denominação histórica provém da existência de duas cacimbas (Maianga do Rei e Maianga do Povo), tem a sua sede no bairro do Prenda, zona do Cassenda, no âmbito da desconcentração administrativa, ocupa uma posição estratégica na vertente económica e política na província de Luanda.

A localidade confina-se a norte com os distritos urbanos da Ingombota e Rangel, a sul com a Samba e a leste com o Kilamba Kiaxi. Tem uma população estimada em 852 mil e 571 habitantes. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA