Administração da Samba vai responsabilizar transgressores administrativos

MERCADO INFORMAL /ILUSTRAÇÃO (Foto: Angop)

A administração do distrito Urbano da Samba, em Luanda vai responsabilizar, a partir de Setembro, os munícipes com práticas que dificultam o cumprimento dos planos e projectos da instituição.

MERCADO INFORMAL /ILUSTRAÇÃO (Foto: Angop)
MERCADO INFORMAL /ILUSTRAÇÃO (Foto: Angop)

De acordo com um documento das conclusões do Conselho de Auscultação e Concertação Social realizado segunda-feira, serão autuados os munícipes que depositarem  o lixo em lugares inadequados, assim como os comerciantes que permitirem a permanência de vendedores ambulantes defronte aos estabelecimentos  comerciais.

As multas que forem aplicadas com base na Lei das Transgressões Administrativas serão extensivas a lavagem de carros nas ruas e a permanência de viaturas avariadas  na via pública.

O administrador do distrito urbano da Samba Venceslau Alves Sardinha, na abertura do acto, apelou os moradores aproximarem-se das associações  cívicas, culturais, desportivas, filantrópicas, religiosas e do ambiente, usando o diálogo franco e aberto.

Disse que a aproximação deve criar ou ampliar círculos de convívio de caracter informativo, cultural,  recreativo nos bairros ou povoados, abstendo a nova geração  de incorrer em práticas  menos  correcta ou mesmo ilícitas.

Os participantes analisaram o orçamento do distrito e os projectos de combate à pobreza, o estado actual da circunscrição e a Lei das Transgressões Administrativas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA