Yanick reforça selecção

Yanick Moreira (D.R)
Yanick Moreira (D.R)
Yanick Moreira (D.R)

O poste angolano Yanick Moreira desembarcou ontem em Espanha, onde passou a integrar o estágio da selecção nacional sénior masculina de basquetebol, que de 19 a 30 de Agosto, disputa o Afrobasket2015, na Tunísia. O atleta de 2,09 cm de altura, de acordo com a rádio Luanda Antena Comercial (LAC), pode juntar-se ainda esta tarde ao grupo, em contrariedade ao anúncio feito há mais de uma semana, de que ia falhar o campeonato africano por razões profissionais nos Estados Unidos da América (EUA).

A selecção prepara a defesa do título continental e a integração de Yanick Moreira, jogador da Universidade Metodista dos EUA, que se notabilizou no mundial de 2014, em Espanha, foi descartada em conferência de imprensa promovida pelo atleta e a direcção da Federação Angolana da modalidade, que alegaram necessidade do mesmo efectuar teste de pré-época com os Los Angeles Clippers da NBA.Antes, o poste participou dos jogos na Liga de Verão da NBA pela mesma equipa. No campeonato mundial de Espanha, Yanick Moreira bateu o recorde de pontuação, num jogo, ao concretizar 38 pontos na vitória diante da Austrália.

NACISSELA MAURÍCIO
INTEGRA PRÉ-SELECÇÃO

A capitã Nacissela Maurício, integrou ontem os treinos da pré-selecção nacional sénior feminina, que se prepara com vista aos Jogos Africanos a decorrer no Congo Brazzaville e Afrobasket2015, nos Camarões. Depois de ter falhado no dia da apresentação e nos três dias de trabalho no estádio dos Coqueiros, a extremo juntou-se ao grupo depois de gozar férias no estrangeiro. Para completar o grupo estão em falta a base Italee Lucas, proveniente dos Estados Unidos de América e a extremo Artemis Afonso, que vem de Portugal.

O conjunto nacional voltou a trabalhar a resistência aeróbia, no estádio dos Coqueiros, com vista à obtenção da forma física das jogadoras, para suportar a exigência de duas provas com um intervalo inferior a uma semana, informou o preparador físico, Pedro Santos.Treinaram ontem, as atletas, Rosa Gala, Isabel Francisco, Fineza Eusébio, Helena Viegas, Ana Gonçalves, Nadir Manuel, Sónia Guadalupe, Angelina Golome, Luísa Tomas, Felizarda Jorge e Marinela Muxiri, e  Guiendula Filepe.Os Jogos Africanos de Brazzaville disputam-se de 4 a 19 de Setembro, ao passo que o Afrobasket está agendado de 24 de Setembro a  4 de Outubro.

NBA
Sacramento Kings
está reformulado

George Karl assume a direcção da equipa técnica de Sacramento Kings. O novo treinador tem a missão de superar o resultado da última época fixada em 29 vitórias e 53 derrotas. O novo dono da equipa, Vivek Ranadivé, aposta numa equipa mais acutilante e virada para o título. Para a nova época que começa no final do corrente mês, o Sacramento tem mais uma tentativa para voltar a ser forte.Vlade Divac, novo manda-chuva das operações de basquetebol da equipa e um dos maiores ídolos da agremiação (foi um óptimo poste naquela equipa que tinha também Mike Bibby, Doug Christie, Peja Stojakovic, Chris Webber), abriu os cofres e também as chaves de novas ideias.

Trouxe Anthony Carter (ex-base do Denver) para assistente-técnico e Nancy Lieberman para a mesma função e afirmou que a cultura do conjunto precisaria de mudar para que as vitórias voltassem a acontecer. Nancy consta do Hall da Fama como atleta e treinadora e vai ser a segunda mulher a exercer o cargo na NBA. A primeira foi Becky Hammon, do Spurs.

Para isso Divac foi ao mercado com carta-branca para investir. Pegou um avião atrás do outro, conversou com meio mundo e deu-se bem. Trocou Nik Stauskas (extremo escolhido no Draft passado a pedido de Vivek Ranadivé), mas trouxe Rajon Rondo, Caron Butler, Marco Belinelli, Kosta Koufos e o irmão de Stephen Curry (Seth).

Com as manutenções de DeMarcus Cousins, Rudy Gay, Omri Casspi, Darren Collison, Ben McLemore e o recém-chegado calouro Willie Cauley-Stein, o elenco está forte e tudo leva a crer que vai ser capaz de lutar por uma vaga no play-off da Conferência Oeste.
O problema, ainda, é a “fama”’ recente do Sacramento.

O elenco é bom, o técnico é experiente, a claque começa toda animada, mas do nada alguma coisa inacreditável acontece e os resultados bons transformam-se num fracasso. Desta vez, ao menos, Divac parece pronto para actuar como dirigente e bombeiro, para evitar que a crise se prolongue. Com este grupo de jogadores, uma mescla de juventude e boa dose de experiência, os Kings podem voltar a uma pós-época que não frequentam desde 2005/2006.

Aparentemente, basta que os jogadores não se lesionem e que o dono fique afastado das decisões de basquetebol.Na época passada, Vivek Ranadivé fez birra com o ex-treinador e disse-lhe que o seu estilo de jogo não lhe agradava; queria mais velocidade e transição. Em menos de um mês demitiu-o. O Kings voltou a ser o Kings, perdeu bastante, caiu sem controlo e fechou a época com decepcionantes 29-53 apesar da chegada de George Karl, novo treinador.

NBA
Poste Jordan Hill
à beira da prisão

A NBA viu mais um dos seus jogadores a envolver-se em problemas com a polícia. O reforço do Indiana Pacers, Jordan Hill, foi preso em Atlanta por dirigir numa via local à mais de 170 km/h.O poste passou a noite na delegacia e foi indiciado por condução perigosa, o que pode lhe render até um ano de prisão, além de uma multa de aproximadamente mil dólares norte-americanos.

A nova equipa de Hill, os Pacers não gostaram nada de ver o seu reforço envolvido nas páginas policiais e prometeu punir o jogador.“Fomos informados da prisão de Jordan Hill por conduzir de maneira perigosa em Atlanta. É óbvio, que não vamos deixar passar esse incidente e teremos de tratá-lo com o jogador.

É uma questão de segurança, não só de Jordan, mas de muita gente”, afirmou o presidente dos Pacers, Larry Bird.Hill deixou o Los Angeles Lakers após três épocas com a equipa da Califórnia. O seu contrato com os Pacers prevê vínculo de um ano e cerca de cinco milhões de dólares em salários.Hill é o segundo jogador da NBA preso nesta semana. Mike Scott, do Atlanta Hawks, também foi detido após tentar fugir de uma operação Stop a 157 km/h e foi apanhado em posse de maconha e ectasy. (jornaldosdesportos.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA