UK: Blair não quer Corbyn na liderança do Labour

(Reuters/Mohamed Abd El Ghany)
(Reuters/Mohamed Abd El Ghany)
(Reuters/Mohamed Abd El Ghany)

Depois da derrota eleitoral de maio, aproxima-se a hora da verdade para o futuro do Partido Trabalhista, no Reino Unido.

Tony Blair entrou na campanha para tentar demolir o candidato dado como favorito à liderança do Labour, o deputado de esquerda Jeremy Corbyn.

O ex-primeiro-ministro afirmou que o Partido Trabalhista “enfrenta a aniquilação” se eleger o deputado Corbyn e instou os membros a rejeitar as políticas do passado. Jeremy Corbyn, um dos quatro pretendentes na corrida, quer nacionalizar os caminhos de ferro britânicos, o sector energético e aumentar o investimento público na indústria.

Os seus rivais acusam-no de querer repor a Clause IV, o artigo dos estatutos do Partido Trabalhista que previa a “nacionalização dos meios de produção” e que Tony Blair aboliu em 1995, dando origem ao New Labour. A votação começa na sexta-feira. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA