Tensão entre as duas Coreias continua a agravar-se (vídeo)

(EURONEWS)
(EURONEWS)
(EURONEWS)

Agrava-se a tensão entre as duas Coreias. A Coreia do Norte lançou um ultimato à Coreia do Sul, que termina às 9h30 da manhã deste sábado, hora de Lisboa, e garante que está preparada para uma guerra até às últimas consequências, se a vizinha Coreia do Sul não acabar com a propaganda militar contra o norte:

“As provas das marionetas sul-coreanas estão cheias de mentiras e invenções. O seu objetivo é provocar o colapso da ideologia e sistema que as nossas pessoas escolheram e que os nossos soldados protegem com as suas vidas e privar-nos do nosso poder”, afirma Kim Yong Chol, um responsável militar norte-coreano.

A Coreia do Sul já fez saber que rejeita o ultimato e que não teme um ataque militar.

Uma situação que mina a tentativa de melhorar as relações entre os dois países, praticamente inexistentes desde 2010, quando aconteceu um ataque a um navio sul-coreano que Seul atribuiu a Pyongyang.

Para a Coreia do Sul a situação atual é clara, como explica a Presidente, Park Geun-Hye:

“Os militares devem manter uma postura de reação rápida a mais provocações. Se isso acontecer, quero agir primeiro e falar depois.”

A troca de tiros levou cerca de 700 habitantes, da Coreia do Sul, a refugiarem-se em abrigos alguns permanecem aí.

Entretanto vários países condenaram já o aumento da tensão entre os dois países. Os Estados Unidos chegaram a suspender as manobras militares na Coreia do Sul mas já as retomaram. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA