Somália: Registados 30 mortos em combates entre shebab e forças governamentais

MAPA DA SOMÁLIA (Foto: Angop)

Mogadíscio – Pelo menos 30 combatentes dos dois campos foram morreram quarta-feira em intensos combates depois de uma emboscada dos islamistas shebab contra um comboio das forças governamentais no sudoeste da Somália, anunciou hoje, quinta-feira, várias fontes, dando balanços contraditórios.

MAPA DA SOMÁLIA (Foto: Angop)
MAPA DA SOMÁLIA (Foto: Angop)

Um coluna de veículos caiu numa emboscada perto da aldeia de Tulo-Barwaqo, na região de Gedo, fronteira com o Quénia e a Etiópia.

Um responsável local fez um balanço de 32 islamitas e 11 soldados mortos, enquanto os Shebab, que reivindicaram a operação, relataram apenas 19 mortos, em todos nas fileiras das forças pró-governamentais.

No entanto, um chefe tradicional local, Abdulahi Halane, relatou que os combates tinham causado, no total, 30 mortos.

Por seu turno, Mohamud Burale, um responsável das autoridades locais sublinhou que perderam 11 soldados, acrescentando que os combates foram duros e mataram 32 combatentes inimigos shebab, incluindo os comandantes de alto nível.

Contrariando essa versão, os shebab disseram num comunicado, que “os moudjahidine efectuaram uma emboscada bem sucedida contra um comboio militar transportando altos responsáveis apóstatas e matou 19 pessoas”.

Os shebab foram expulsos em Agosto de 2011 de Mogadíscio e em todas importantes localidades que controlavam, devido a superioridade da Amison, força da União Africana que apoia as forças pró-governamentais.

No entanto, os combatentes islamistas continuam a controlar largas zonas rurais do sul do país. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA