Síria: baixas civis nos arredores de Damasco enquanto EI destrói outro templo

(euronews.com)
(euronews.com)
(euronews.com)

Os bombardeamentos das forças de Bashar al-Assad, este domingo, em subúrbios de Damasco controlados pelos rebeldes, voltam a ilustrar, da pior forma, a extrema violência do conflito sírio.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, os ataques do regime em vários bairros de Ghouta Oriental mataram pelo menos 15 civis, entre os quais seis crianças.

A mesma fonte contabilizou pelo menos outros três mortos em ataques rebeldes no bairro de Maysat. Desde o início do conflito, em 2011, há registo de mais de 240.000 mortos. Segundo a ONU, metade da população foi deslocada pelos violentos combates e mais de 4 milhões de sírios fugiram do país.

Os extremistas do Estado Islâmico (EI) têm contribuído, no último ano, para o forte aumento do trágico balanço.

Também segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, os “jihadistas” executaram, num mês, uma centena de pessoas em áreas controladas pelo grupo e terão destruído parcialmente, este fim-de-semana o templo de Bel, em Palmira.

É o segundo monumento destruído pelo Estado Islâmico na cidade histórica, no espaço de uma semana. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA