Senador democrata Menendez anuncia oposição ao acordo nuclear iraniano

(REUTERS)
(REUTERS)
(REUTERS)

O senador Robert Menendez fez nesta terça-feira uma crítica mordaz ao acordo nuclear internacional com o Irão, liderado pelos Estados Unidos, e se tornou o segundo parlamentar do mesmo partido do presidente norte-americano, Barack Obama, a anunciar que votaria para acabar com o pacto com a República Islâmica.

Desafiando Obama e muitos outros colegas democratas, Menendez disse em discurso no seu Estado natal, Nova Jersey: “Eu vou votar para reprovar o acordo e, se for convocado, votaria para derrubar um veto” do presidente.

O Senado e a Câmara dos Deputados têm de votar até 17 de Setembro uma “resolução de reprovação” apresentada pelos republicanos majoritários com o objectivo de acabar com o acordo. Obama está tentando reunir apoio suficiente entre os democratas para sustentar um veto à resolução.

Sob os termos do acordo entre seis grandes potências e o Irão, novas restrições seriam impostas sobre o programa nuclear iraniano em troca de um alívio nas sanções. O Irão nega que tenha a intenção de produzir uma arma nuclear.

No início deste mês, o senador Chuck Schumer, de Nova York, o terceiro democrata mais destacado na Câmara, disse que vai votar contra o acordo e que trabalhará para convencer outros senadores a fazer o mesmo, sinalizando profundas divisões dentro do partido. (reuters.com)

por Sebastien Malo

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA