Secretário da Unasul se solidariza com Dilma por crise política e econômica

(AFP)
(AFP)
(AFP)

O secretário-geral da União de Nações Sul-americanas (Unasul), Ernesto Samper, expressou nesta quarta-feira sua solidariedade com a presidente brasileira, Dilma Rousseff, ante a crise política e econômica que abala o seu governo.

Samper, ex-presidente da Colômbia, enviou uma mensagem de apoio a Dilma e declarou sua confiança em que a presidente brasileira, do Partido dos Trabalhadores (PT, esquerda), conseguirá levar o país adiante.

“Estou certo d(e) q(ue) ela vai tirar o Brasil, de cabeça erguida, de suas atuais dificuldades”, escreveu Samper.

Dilma Rousseff, que assumiu em janeiro seu segundo mandato, enfrenta um grande escândalo de corrupção na Petrobras, que que afeta seu partido e aliados políticos, além de uma economia em queda livre e um Congresso cada vez mais resistente em acompanhar as políticas oficiais.

Esta difícil conjuntura reduziu dramaticamente a popularidade da ex-guerrilheira, atualmente em 7,7%, segundo pesquisa recente. Grandes manifestações de rua exigiram sua destituição no primeiro trimestre e um novo protesto está previsto para 16 de agosto. (swissinfo.ch)

afp_tickers

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA