São Tomé e Príncipe: Cabo-verdiano detido na posse de cocaína aguarda julgamento na prisão

MAPA DE SÃO TOMÉ E PRINCIPE (Foto: Angop)

São Tomé – O juiz de instrução criminal de São Tomé e Príncipe aplicou a medida de coação mais gravosa a Abílio Gonçalves, o cabo-verdiano detido pela polícia na posse de mais de um quilo de cocaína, disse nesta quinta-feira à Lusa uma fonte judicial.

MAPA DE SÃO TOMÉ E PRINCIPE (Foto: Angop)
MAPA DE SÃO TOMÉ E PRINCIPE (Foto: Angop)

“O juiz decidiu que o arguido vai aguardar julgamento em prisão preventiva depois de o ouvir durante cerca de duas horas”, disse a fonte judicial.

Abílio Gonçalves, de 35 anos vai responder pelas acusações de tráfico e comércio de estupefacientes depois de ter sido detido pela polícia na sua residência, na periferia da capital santomense, com mais de um quilo de cocaína.

A apreensão foi considerada de inédita no arquipélago.

É a primeira vez que esse tipo de droga é apresada e exibida publicamente em São Tomé e Príncipe.

Segundo fontes judiciais, o homem tem dupla nacionalidade, “mas identificou-se como natural de Cabo Verde”.

“Reside em São Tomé em situação ilegal depois de entrar no arquipélago em Janeiro deste ano com um visto de permanência de 30 dias”, acrescentou a fonte.

A Polícia de Investigação Criminal diz que estava a “investigá-lo há alguns meses” porque tinha indícios de “práticas suspeitas” e acabou por o deter no fim-de-semana. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA