Sam Nujoma atribui estatuto de defensor dos princípios de solidariedade a Angola

Líder fundador da República da Namíbia Sam Nujoma (Foto: TARCISIO VILELA)
 Líder fundador da República da Namíbia Sam Nujoma (Foto: TARCISIO VILELA)

Líder fundador da República da Namíbia Sam Nujoma (Foto: TARCISIO VILELA)

O ex-presidente da Namíbia Sam Nujoma atribuiu a Angola o estatuto de ?defensor? dos princípios de solidariedade e um exemplo de superação económica na região Austral de África.

O “Pai da Nação”, como é tratado pelos namibianos, pelo facto de ter sido o “temido” guerrilheiro que conduziu, por intermédio da Organização dos Povos do Sudoeste Africano (SWAPO) a luta pela independência do seu país, diz que a Namíbia não alcançaria a soberania sem o sacrifício consentido por Angola.

Sam Nujoma concedeu, na sua casa privada em Henties Bay, uma cidade costeira, na Região de Erongo, a 400 quilómetros de Windhoek, uma entrevista exclusiva à Angop, a propósito dos 40 anos de independência de Angola, a celebrar-se a 11 de Novembro do ano em curso.

Nela aborda a visão de Agostinho Neto com a célebre frase “Na Namíbia, no Zimbabwe e na África do Sul está a continuação da nossa luta”, o convívio que manteve com ele e faz uma analogia entre a figura do primeiro presidente de Angola e a do presidente José Eduardo dos Santos.

Com uma robustez física a contrastar com os seus 86 anos de idade, Nujoma, quando questionado a respeito, diz que o segredo está no facto de, como guerrilheiro, não baixar a guarda, ou seja, está sempre em movimento, quer fazendo exercícios físicos, quer exercitando a mente. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA