Safra de cana-de-açúcar 2015-2016 vai ajudar na retomada do crescimento econômico

(Mayke Toscano/Gcom-MT)
(Mayke Toscano/Gcom-MT)
(Mayke Toscano/Gcom-MT)

Depois do novo recorde na produção de grãos brasileiros, que deve atingir na safra 2014-2015 o volume de 208,8 milhões de toneladas, a Conab divulgou nesta quinta-feira (13) outra alta na agroindústria que pode ajudar a tirar o Brasil da crise econômica: a safra de cana-de-açúcar deverá crescer 3,2%.

A expectativa do crescimento de 3,2% da produção de cana-de-açúcar faz parte do levantamento da Conab – Companhia Nacional de Abastecimento para a safra 2015/2016. Este é o segundo levantamento do ano, pela Conab, com um índice superior aos 634,8 milhões de toneladas da safra anterior – o que indica que o Brasil poderá colher 655,2 milhões de toneladas de cana.

A falta de chuvas, principalmente na Região Sudeste, afetou a produtividade da safra anterior de 2014/2015, encerrada em junho, enquanto que para o ano agrícola de julho de 2015 a junho de 2016 a perspectiva é de aumento de 3,8% na região. O estudo mostra também que a área de colheita teve um decréscimo de apenas 0,6%.

Um índice de 55,9% do volume de cana colhida vai ser destinado à produção de 28,52 bilhões de litros de etanol, com ligeira redução de 0,5% em relação aos 28,66 bilhões de litros da safra passada.

Serão 16,5 bilhões de litros do álcool hidratado utilizado nos veículos flex, o que representa uma redução de 2,2% em relação ao período anterior, de 16,9 bilhões para 16,6 bilhões de litros. Já do álcool anidro vão ser 12 bilhões de litros destinados para mistura com gasolina, o que significa um aumento de 2%, passando de 11,7 bilhões para 12 bilhões de litros.

Para a produção de açúcar está previsto um aumento de 4,8%, devendo passar das 35,56 milhões de toneladas para 37,28 milhões, o que representa 1,7 milhão de toneladas a mais. (sputniknews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA