Professor é condenado à prisão perpétua por abusar de meninas na China

(AFP)
(AFP)
(AFP)

Um tribunal chinês condenou um professor à prisão perpétua por ter abusado sexualmente de 12 meninas, informou neste sábado a agência de notícias oficial Xinhua.

O tribunal da região de Ningxia, norte do país, condenou Huang Zhenxin, professor de uma escola rural, por “abuso ou violação de meninas”.

Segundo a polícia, o réu se oferecia para ajudar as crianças em suas tarefas, e aproveitava para abusar sexualmente das mesmas.

Em Maio, a China executou um professor por ter violado e abusado sexualmente de 25 meninas, segundo a imprensa local.

De acordo com a Suprema Corte da China, os casos de abuso sexual contra crianças aumentaram nos últimos anos, tendo sido contabilizadas 7.145 vítimas em todo o país entre 2012 e 2014. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA