Presidenciais: “Gostaria que Carvalho da Silva tivesse avançado”

(D.R)

João Semedo, ex-líder do Bloco de Esquerda, fala sobre as eleições presidenciais numa entrevista concedida ao jornal i.

(D.R)
(D.R)

Para João Semedo houve uma “precipitação” por parte de Sampaio da Nóvoa na oficialização da sua candidatura à Presidência da República.

“Acho que teve um arranque precipitado, isto é, sem ter estabelecido algumas definições políticas prévias que se traduziram depois nalguns equívocos”, explicou o bloquista.

Na opinião do agora deputado reformado, o caso “mais flagrante” destes equívocos é a “sua relação com os partidos, muito especialmente com o PS, demasiado dependente”.

Mas as críticas a Sampaio da Nóvoa não se ficam por aqui. João Semedo diz ainda que o ex-reitor da Universidade de Lisboa tem um “discurso pouco claro sobre a Europa e a forma como vê o exercício da Presidência”.

Assim, o ex-dirigente do Bloco de Esquerda admite que depositaria o seu voto em Carvalho da Silva pois não viu, até hoje, “nenhum candidato ou pré-candidato que traga para as eleições presidenciais o património de luta e de ideias que Carvalho da Silva representa e defende”.

“Eu gostaria que Carvalho da Silva tivesse avançado”, conclui. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA