Ler Agora:
Presença “em grande” do público marca abertura do 12º Luanda Cartoon
Artigo completo 2 minutos de leitura

Presença “em grande” do público marca abertura do 12º Luanda Cartoon

12º Festival internacional de Banda Desenhada e Animação " Luanda Cartoon/2015" (Foto: Henri Celso)

12º Festival internacional de Banda Desenhada e Animação ” Luanda Cartoon/2015″ (Foto: Henri Celso)

A presença “em massa” do público de várias faixas etárias, vindo de diversos pontos da cidade capital do país, marcou hoje ( sexta-feira ), no Centro Cultural Português, abertura do 12º Festival Internacional de Banda Desenhada e Animação Luanda Cartoon.

O auditório do Centro Cultural Português foi “Pequeno” para albergar a moldura humana de várias faixas etárias que estiveram neste primeiro dia, dos oito previstos, para assistir um evento que só acontece uma vez por ano.

Na amostra do festival constam quadros e sessões de filmes em banda desenhada que apelam a um comportamento cívico dos cidadãos na sociedade, bem como estão caricaturadas algumas figuras de destaque da música.

Chamado à intervir na abertura do acto, o director do evento e um dos criadores do Luanda Cartoon, Lindomar de Sousa, disse que a presença em grande do público estimula, de certa forma, os artistas a trabalharem cada vez mais para o desenvolvimento desta arte no país.

Este evento, sublinhou, representa uma oportunidade ímpar para os criadoras nacionais apresentarem as suas potencialidades artísticas.

Durante o festival, acrescentou, os criadores nacionais tem ainda a possibilidade de trocarem experiência com artistas estrangeiros.

Para esta edição do Luanda Cartoon, os cartoonistas angolanos Carnoth Júnior e Tché Gourgel serão homenageado pela organização, pelo contributo prestado para a divulgação e promoção da Banda Desenhada, quer dentro como fora do país.

O programa do evento, até ao dia 28 do corrente mês, reserva vendas e sessões de autógrafos de revistas de Banda Desenhada, dentre as quais, a BDLP nº5, Kalibradinhos, O Azar de
Salomão, Bairro Nangol e Parada dos Kandengues.

Os cartoonistas Pahé (Gabão), Paulo Monteiro (Portugal) e Jerémie Nsingui (República Democrática do Congo), à semelhança das edições anteriores, estão presentes no festival, como convidados. Os mesmos vão ministrar workshops durante a semana que estarão em Angola. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »