Portugal: Combustíveis acentuam quedas na próxima semana

(jornaldenegocios.pt)
(jornaldenegocios.pt)
(jornaldenegocios.pt)

Vêm aí novas descidas nos preços dos combustíveis nos postos de abastecimento nacionais, fruto dos mínimos do petróleo nos mercados. Reduções que se farão sentir já no arranque da semana.

Depois das subidas antes das férias, o tempo quente tem trazido descidas acentuadas nos valores de venda dos combustíveis. Uma tendência que se arrasta já há algumas semanas e que se vai manter na próxima fruto da forte desvalorização dos preços do petróleo nos mercados internacionais. Tanto a gasolina como o gasóleo vão ficar alguns cêntimos mais baratos.

O petróleo tem vindo a acentuar o comportamento negativo nos mercados, numa altura em que a oferta é elevada e a procura é reduzida, perspectivando-se que a China reduza ainda mais a pressão compradora no mercado. Um contexto que atirou, esta semana, o West Texas Intermediate, nos EUA, para um novo mínimo de seis anos nos 40,20 dólares. O Brent, em Londres, está nos 46,80 dólares.

Esta forte descida do petróleo arrastou as cotações dos seus derivados, nomeadamente a gasolina e o gasóleo. O preço médio da tonelada métrica da gasolina encolheu em 4,5%, já o do “diesel” recuou 2,1%, já em euros. Uma evolução que aponta para uma redução mais expressiva nos preços da gasolina, como já vem acontecendo. Os cálculos do Negócios apontam para uma descida entre um e dois cêntimos por litro.

O gasóleo também poderá ficar mais barato, mas a margem de redução de preços é menor. O valor de venda poderá reduzir-se em até um cêntimo por litro, com o preço médio de comercialização a baixar dos actuais 1,196 euros, de acordo com os dados da DGEG. A gasolina, que esta semana baixou dos 1,50 euros, para 1,49 euros, poderá aprofundar as quedas recentes. (jornaldenegocios.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA