Polícia de Guarda Fronteira deteve mais de 200 estrangeiros por permanência ilegal

Efectivo da Polícia de Guarda Fronteira (ANGOP/Arquivo)
Efectivo da Polícia de Guarda Fronteira (ANGOP/Arquivo)
Efectivo da Polícia de Guarda Fronteira (ANGOP/Arquivo)

A Polícia de Guarda Fronteira de Angola deteve, nos últimos cinco dias, em várias províncias, 203 pessoas por permanência ilegal no âmbito da operação ” Intermitente”, soube a Angop do comissário Aristófanes dos Santos.

O porta-voz do Comando Geral da Polícia Nacional disse que dos detidos constam cidadãos da República Democrática do Congo ( RDC) e Namíbia.

Foram ainda repatriadas 714 pessoas e saíram de forma voluntária outras 30, todas de nacionalidade Congo-democrata.

Quanto a situação aduaneira, no Aeroporto Internacional 4 Fevereiro registou-se a apreensão de USD.16.100,00, em posse de um cidadão vietnamita, quando pretendia embarcar para África do Sul.

Ainda no Aeroporto registou-se a apreensão de volumes com dois quilos cada, contendo 20 peças de marfim, em posse de um cidadão de nacionalidade chinesa, quando pretendia embarcar para Pequim, e USD.15.200,00, Akz.180.000,00 e 200 euros em posse de uma angolana.

A detenção de dois angolanos e apreensão de um camião cisterna com 34.870.500 litros de gasolina, na província da Lunda Sul, no posto fronteiriço de Cassai, quando pretendia transpor a fronteira para a RDC, constam dos registos da Polícia

De acordo com o responsável, na província do Bengo foi feita a apreensão de 30 quilos de liamba em posse de dois angolanos. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA