Novas datas para a futura exploração de petróleo em São Tomé e Príncipe

(DR)
(DR)
(DR)

Em São Tomé e Príncipe arrancou hoje na região autónoma do Príncipe uma campanha de divulgação do primeiro relatório sobre o sector petrolífero para a zona económica exclusiva do arquipélago bem como a zona de exploração conjunta com a Nigéria.

Na cidade de Santo António na ilha do Príncipe acolheu o lançamento da campanha de divulgação do primeiro relatório do EITI (Iniciativa para a Transparência nas Indústrias Extractivas) para São Tomé e Príncipe. O Presidente do governo regional, Tozé Cassandra, referiu a preocupação da região autónoma do Príncipe sob a transferência de 7% de acordo com a lei de gestão das receitas petrolíferas.

“Essa verba está colocada na fonte de tesouro e as receitas petrolíferas decorrente do montante das receitas não são inferiores aos 7%. Não é correcto passar essa imagem de que transferem muito dinheiro para o Príncipe quando não é verdade” sublinhou o Presidente do governo regional do Príncipe, Tozé Cassandra num trabalho do nosso correspondente em São Tomé e Príncipe, Maximino Carlos. (rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA