“Nota-se que há um acelerar do crescimento das importações”

(D.R)

A deputada centrista reagiu aos dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre as exportações e importações.

(D.R)
(D.R)

“Nota-se que há um acelerar do crescimento das exportações, o que não acontece com as importações. Acho que é um bom sinal”, afirmou Cecília Meireles, em declarações aos jornalistas no Parlamento.

Os dados divulgados dão conta de que as exportações subiram para 7,4%, mas também as importações para 9%.

“Realço que muitas vezes nós temos a ideia de que as importações são consumo, mas também é verdade que transportamos mais, ou seja, também precisamos de importar mais matérias-primas”, concluiu.

Nos seis primeiros meses do ano, nas exportações crescemos em cinco meses, comparando com 2014, e em cadeia crescemos em quatro meses”, sublinhou a deputada e membro da comissão executiva centrista Cecília Meireles, que falava aos jornalistas no parlamento.

“O défice da balança comercial aumentou 400,6 milhões de euros, situando-se em 2.794,2 milhões de euros, tendo a taxa de cobertura baixado para 82,4%, ou seja, -1,2% pontos percentuais”, refere também o INE.

Para o CDS-PP, os dados hoje conhecidos afastam as críticas de “céticos” como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e “negativistas” como o PS.

Cecília Meireles deixou uma palavra em nome do CDS-PP aos empresários portugueses, que permitiram resultados que dão continuidade ao ano de 2014, o “melhor ano de sempre” nas exportações portuguesas. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA