Músico Tótó realça troca de experiência com artista nigeriano Keziah Jones

Toto (Foto: Angop)

O músico angolano Tótó considerou sexta-feira, em Luanda, durante a realização da 7ª edição do projecto musical Ponte Cultural, como sendo uma grande oportunidade a vinda ao país do cantor nigeriano Keziah Jones, pois permitiu uma troca experiência valiosa que servirá para fortalecer sua carreira musical.

Toto (Foto: Angop)
Toto (Foto: Angop)

O cantor teceu estas declarações à Angop a propósito da realização da 7ª edição do show do Projecto Musical Ponte Cultural, uma iniciativa da Fundação Arte e Cultura, no qual o angolano Totó partilhou o palco com artista nigeriano Keziah Jones.

Referiu ainda, na ocasião, que dueto representa um salto para a sua carreira musical, pois o artista nigeriano Keziah Jones é um dos melhores do mundo, com uma projecção enorme, carregada de vasta experiência profissional.

“Representa um incentivo à minha carreira, por ser um grande privilegio partilhar o mesmo palco com um músico da dimensão do Keziah Jones. Houve uma boa troca de experiência, mais devo reconhecer humildemente que eu tenho muito que aprender com ele “, referiu.

Para o Tóto, o mercado nacional musical precisa ainda mais de iniciativas cujo a finalidade seja a de criar momentos de interacção com músicos de outros quadrantes, por forma a potencializar os criadores nacionais.

“Infelizmente o nosso mercado é ainda um pouco fechado e não temos tido muitas possibilidades de interagir com músicos internacionais. Dai o facto de termos uma soberana oportunidade de, por via do projecto “Ponte  cultural “, interagir com este grande músico”, referiu.

A música nacional, reforçou, tem qualidade rítmica e conteúdo rico suficiente para penetrar em países de grande influência cultural no mundo como a França, Suíça e Estados Unidos da América.

“ A internacionalização da música angolana está limitada sobretudo apenas a países lusófonos, fundamentalmente Portugal, Moçambique e Cabo-Verde. É preciso mudar o actual quadro, mas é necessário investimentos neste sentido”, defendeu.

Por sua vez, o cantor nigeriano Keziah Jones reconheceu o potencial musical do artista angolano Tótó e perspectivou uma carreira de muitos sucessos, atendendo o que viu durante o convívio com o mesmo.

“Somos diferentes mais parecidos em vários aspectos, uma vez que eu tenho muito blue fank e jazz, tal como ele. Neste contexto, acabamos por ser da mesma escola e isto é uma grande satisfação para mim”, argumentou.

Por outro, disse ter também ter conseguido aprender com o “promissor e talentoso Tótó “.

O projecto musical Ponte Cultural é uma iniciativa que visa promover encontros entre artistas nacionais e estrangeiros, dando-lhes a possibilidade de produzirem canções inéditas e gravarem videoclips. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA