Morte de jovem afro-americano cria tensão em St. Louis

(D.R)
(D.R)
(D.R)

Nos Estados Unidos continua a tensão racial. Na noite de quarta-feira o cenário em St. Louis, no Missouri, era de violência, depois da polícia ter disparado, mortalmente, sobre um jovem negro. Uma casa, que estaria vazia, segundo os moradores, foi incendiada.

Durante todo o dia, e mesmo já de noite, dezenas de pessoas estiveram nas ruas e concentraram-se perto do local onde ocorreu a tragédia.

“É uma área que tem sido assolada pela violência armada, os polícias estiveram lá a fazer o seu trabalho, aquele que todos queremos que façam, para manter a nossa comunidade segura. Um grupo de manifestantes reuniu-se e começou a praticar atos de violência não só contra a lei mas também contra o bairro”, adianta Sam Dotson, chefe da polícia.

Pelo menos nove pessoas foram detidas. A polícia terá usado gás lacrimogéneo para tentar acabar com os protestos.

Segundo o responsável da polícia, Mansur Ball-Bey, o jovem de 18 anos, foi morto depois de ter apontado uma arma contra os agentes.

A situação acontece quando se assinala um ano sobre a morte de Michael Brown, na cidade vizinha de Ferguson. Outro jovem de 18 anos morto por um polícia. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA