MINJUD assina acordo para fomentar políticas da juventude

MOMENTO DA SAUDAÇÃO NO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO (Foto: Clemente Dos Santos)

Um acordo de cooperação que visa fomentar programas ligados aos jovens nos domínios da saúde, educação e empreendedorismo foi rubricado hoje, em Luanda, entre o Ministério da Juventude e Desportos e o Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP), em que foram signatários Gonçalves Muandumba e a representante em Angola do FNUAP, Florbela Fernandes.

MOMENTO DA SAUDAÇÃO NO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO (Foto: Clemente Dos Santos)
MOMENTO DA SAUDAÇÃO NO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO (Foto: Clemente Dos Santos)

O acordo visa entre outros temas reactivar o programa Juventude Informada Responsável e Organizada (JIRO) com a abordagem de assuntos relacionados com as doenças sexualmente transmissíveis, as drogas, gravidez e casamento precoce.

Segundo Gonçalves Muandumba, ministro da Juventude e Desportos, esta cooperação se insere no amplo projecto que é assinado com o Ministério do Planeamento, em que a sua função é na perspectiva de se identificar programas e projectos concretos que vão de encontro com as necessidades dos jovens.

Acrescentou que está em execução, no país, o Plano Nacional de Desenvolvimento da Juventude que integra as necessidades e preocupações desta franja, questões que serão também tidas em conta no acordo assinado.

Salientou que a assinatura do protocolo visa saudar também o Dia Internacional da Juventude, comemorado a 12 de Agosto.

Garantiu que vão até Outubro continuar com a jornada denominada “Juventude e os 40 anos de independência” com o objectivo de reconhecer o papel dos jovens de ontem e a responsabilidade dos actuais, para homenagear os precursores da luta armada pela liberdade nacional.

A jornada visa ainda fazer uma simbiose inter-geracional e incutir nos jovens actuais a importância que têm neste momento de desenvolvimento do país.

Assistiram a cerimónia de assinatura responsáveis e quadros do Ministério da Juventude e Desportos, bem como membros da zona cinco de desenvolvimento desportivo de África, que visitam o país. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA