Ministro angolano do Interior está de visita a São Tomé e Príncipe

Ângelo Veiga Tavares, ministro angolano do Interio (Foto: Pedro Parente)
Ângelo Veiga Tavares, ministro angolano do Interio (Foto: Pedro Parente)
Ângelo Veiga Tavares, ministro angolano do Interio (Foto: Pedro Parente)

O ministro angolano do Interior, Ângelo Veiga Tavares, iniciou hoje uma visita oficial de cinco dias a São Tomé e Príncipe, a convite do Ministério da Administração Interna, no âmbito dos 40 anos da polícia são-tomense.

À sua chegada, no Aeroporto Internacional de São Tomé e Príncipe, o governante angolano disse à imprensa que a sua estada insere-se no estreitamento dos laços de cooperação entre os dois Ministérios e os órgãos que os compõem.

Apontou como áreas de trabalho “a troca de informação nos diferentes domínios e, muito particularmente e de forma mais incisiva, a formação de quadros”.

Ângelo Veiga Tavares justificou que a “situação particular ligada ao terrorismo, ao tráfico de seres humanos e aos crimes transnacionais” obrigam a uma aproximação entre as diferentes polícias, no sentido de os combater.

Acrescentou que, para tanto, é necessário que “a polícia domine determinado tipo de matéria”, dai ser sempre positiva essa troca de experiência e a aposta na formação e no homem, particularmente.

“Estamos muito inclinados para estas acções, na perspectiva de todos juntos estarmos preparados para estes combates, que não são nada fáceis”, disse.

No cumprimento da sua agenda, Ângelo Veiga Tavares é recebido, ainda hoje, pelo primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe, Patrice Trovoada, estando para quinta-feira, reservado o encontro com o Presidente Manuel Pinto da Costa.

O Governante angolano prevê, ainda para hoje, um encontro com o seu homólogo são-tomense, o ministro da Segurança Interna, Arlindo Ramos, e uma visita ao centro de Instrução Militar.

Ângelo Veiga Tavares desloca-se, na sexta-feira, ao Comando-Geral da Polícia Nacional de São Tomé e Príncipe e ao Comando Distrital de Água Grande.

A delegação encabeçada pelo Ministro Ângelo Veiga tavares inclui o comissário-geral Ambrósio de Lemos, comandante-geral da Polícia Nacional, a comissária-chefe Elizabeth Ranque Franque, conselheira do comandante-geral da Polícia Nacional, o comissário Domingos Moniz, delegado do Ministério do Interior no Namibe, o comissário Sebastião Gunza, director do gabinete de Estudos, Informação e Análise do Ministério do Interior.

Integram também a delegação o comissário Luís da Fonseca Cadete, director dos Recursos Humanos do Comando-Geral da Polícia Nacional, o sub-comissário Rui Cardoso, chefe do Departamento de Intercâmbio e Cooperação do Comando-Geral da Polícia Nacional, o super-Intendente José Alberto Manuel, chefe do Departamento de Acordos e Tratados do Ministério do Interior, entre outros quadros. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA