Migração ilegal: Caos e feridos a tiro na fronteira entre a Grécia e a Macedónia

(euronews.com)

Está lançada o caos na fronteira entre a Macedónia e a Grécia. Milhares de migrantes clandestinos estão a tentar forçar a passagem para a antiga república jugoslava, numa rota que pretendem alegadamente seguir até ao “prometido” conforto e segurança no coração da Europa.

(euronews.com)
(euronews.com)

As forças antimotim macedónias foram chamadas para ajudar as autoridades locais a repelir os migrantes. Os clandestinos tentam passar de Idomeni, no norte da Grécia, para Gevgelija, no sul da Macedónia, onde existe uma estação de comboios. Daí, presume-se, que estes clandestinos tentem seguir caminho rumo ao centro da Europa, via Sérvia.

Houve recurso a bombas de gás lacrimogéneo e disparos de balas de borracha, pelas autoridades. Os migrantes garantem que não são tiros para o ar, mas que estão a ser alvejados diretamente e mostram ferimentos. “Eles dispararam contra nós, hoje [sexta-feira, 21 de agosto]. Posso garantir-vos. Eu vi”, conta-nos uma testemunha.

Devido ao agravar da situação junto à Grécia, o governo da Macedónia declarou quinta-feira o “estado de emergência” na fronteira e mobilizou inclusive o exército para ajudar no controlo da situação.

As colunas militares, incluindo veículos blindados, bloquearam o acesso a Gevgelija de milhares de migrantes, obstruídos, agora em “terra de ninguém”. “Já não há Macedónia para vocês”, terá gritado um dos elementos das forças militares para um migrante, relatou um jornalista da Reuters, no local. (euronews.com)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA