México: Autoridades detêm suspeito na morte de fotorrepórter

(DR)
(DR)
(DR)

As autoridades mexicanas detiveram um homem que terá informações relevantes sobre o assassinato de um conhecido fotojornalista e quatro mulheres nos arredores da capital do México.

A procuradoria mexicana anunciou que o homem foi interpelado depois de ter sido encontrada uma impressão digital no local do crime.

Muitas pessoas saíram às ruas para protestar e acusar o governador do Estado de Vera Cruz Javier Duarte, por quem o fotojornalista dizia sentir-se ameaçado.

O fotorrepórter, Ruben Espinosa, era especialista em registar movimentos sociais na cidade, muitos deles críticos do governador e o seu partido.

No domingo, o governador afirmou numa conferência de imprensa que lamentava a morte do jornalista e que apoiava a investigação oficial.

Vera Cruz é o Estado mais perigoso para jornalistas no México. De acordo com a Comissão para a Proteção de Jornalistas, 11 profissionais foram assassinados desde 2010. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA