Mascarenhas (1937-2015)

Mascarenhas, uma glória do futebol angolano, desaparece aos 78 anos (Foto: D.R.)
Mascarenhas, uma glória do futebol angolano, desaparece aos 78 anos (Foto: D.R.)
Mascarenhas, uma glória do futebol angolano, desaparece aos 78 anos
(Foto: D.R.)

Morreu Mascarenhas, antiga glória do Sporting e vencedor da Taça das Taças.
O Sporting está de luto pela morte de Mascarenhas, antiga glória do futebol do clube, no qual se notabilizou como goleador entre 1962 e 1965, cujo ponto mais alto foi a conquista da Taça dos Vencedores das Taças.

Chamava-se Domingos António da Silva, tinha 78 anos e todos o conheciam como Mascarenhas.

Nascido em Angola, a 28 de abril de 1937, chegou a Portugal para o Benfica, passou três anos pelo Barreirense antes de se transferir para o Sporting, clube em que revelou todas as suas qualidades de avançado com instinto goleador.

Chegou a Alvalade em julho de 1962, tendo logo marcado o golo da vitória frente ao Racing de Estrasburgo, num torneio de verão. No total, apontou 80 golos em 107 jogos com a camisola ‘verde e branca’, 48 em 59 oficiais, tendo conquistado a Taça dos Vencedores das Taças em 1963/64 e uma Taça de Portugal.

Nessa campanha apontou 11 tentos em outros tantos jogos, tendo ainda hoje o recorde de golos num só jogo das competições europeias, seis, no triunfo por 16-1 frente ao APOEL. Passou ainda por Barreirense, CUF, Peniche e Riopele, regressando ao Sporting, depois de ter terminado a carreira, como funcionário do clube lisboeta. (cmjornal.xl.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA