Malanje: Polícia de guarda fronteira detém mais de 20 estrangeiros ilegais

Autoridades policiais evitam violações de fronteira (Foto: Angop)

Malanje – Vinte e sete cidadãos da República Democrática do Congo (Rdc) que se encontravam em situação ilegal no país e praticavam a pesca artesanal e exploração ilegal de diamantes foram detidos em Malanje, pela polícia da guarda fronteira durante o mês de Janeiro a Agosto deste ano.

Autoridades policiais evitam violações de fronteira (Foto: Angop)
Autoridades policiais evitam violações de fronteira (Foto: Angop)

A informação foi avançada quarta-feira nesta cidade pelo comandante da 5ª Unidade da polícia de fronteiriça, superintendente-chefe Romeu Simão Valentim, que informou que no período em referência foram ainda frustradas várias tentativas de violação da fronteira terrestre, fluvial e outras de tráfico de seres humanos.

Frisou que as detenções foram possíveis graças a recente inserção na corporação de 116 novos efectivos.

Por este facto, Romeu Valentim exortou aos oficiais, subchefes e agentes a primarem pela unidade, espírito de lealdade à pátria, com vista a manutenção e integridade territorial.

O subcomissário Mateus Muanda, em representação do comandante provincial da polícia nacional, considerou a polícia de guarda fronteira uma força importante no combate às práticas ilegais e delituosas que atentam contra a integridade territorial.

“Nenhum país pode considerar-se seguro enquanto não tiver uma fronteira controlada, daí a necessidade da conjugação de esforços entre os diferentes sectores sociais para pôr cobro à tais práticas e suas consequências”, disse. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA