Lunda Sul: Destacado papel do PR na reconstrução do país

Reconstrução Nacional (Foto: Angop)

Dala – O papel, esforço, dedicação, empenho, abnegação e a visão estratégica do Presidente da Republica, José Eduardo dos Santos, na reconstrução e construção do país e no desenvolvimento sustentável de Angola, foi destacado no fim-de-semana durante uma campanha de exaltação sobre os feitos do PR, promovida pelo Movimento Nacional Espontâneo.

Reconstrução Nacional (Foto: Angop)
Reconstrução Nacional (Foto: Angop)

De acordo com o deputado Nuno Carvalho, que dissertava o tema “O papel do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, na conquista da paz e na preservação da unidade nacional”, o estadista angolano sempre lutou pelo bem-estar do povo angolano, criando melhores condições sociais.

“Hoje graças a visão estratégica do Presidente da República temos estradas construídas e reabilitadas, mais escolas, mais instituições de ensino superior, mais hospitais, pontes, bibliotecas, o que permite com que o nosso país seja uma referência em África e no Mundo em geral, do ponto de vista económico, social, politico e dos direitos humanos”, disse.

Segundo o responsável com estes feitos e factos, o povo angolano, sobretudo os jovens, devem seguir o exemplo do presidente Eduardo dos Santos, mantendo sempre aberta a porta do diálogo como forma de conseguir resultados positivos nos mais variados domínios, sem por em causa aqueles que são os objectivos fundamentais da nação.

Acrescentou que a visão estratégica de José Eduardo dos Santos permitiu com que num espaço de cinco anos Angola concebesse o maior programa de habitação que qualquer outro país do mundo não conseguiria fazer.

José Eduardo dos Santos, nasceu ao 28 de Agosto de 1942, filho de Eduardo Avelino dos Santos e de Jacinta José Paulino, frequentou a escola primária em Luanda onde fez o ensino secundário no Liceu Salvador Correia, na altura a principal escola secundária do país.

Iniciou a sua actividade política integrando grupos clandestinos que se constituíram nos bairros suburbanos da capital no final dos anos 1950 e juntou-se ao MPLA quando este foi constituído em 1958.

O Acto de exaltação e divulgação dos feitos do presidente José Eduardo dos Santos decorreu sob lema “ Angola o país da paz, democracia, fraternidade e da tolerância”. (portalangop.co.ao)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA