Líderes discutem medidas contra as crises

(Foto: JA)

Os Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) avaliam, em Gaberone, Botsuana, a partir de sexta-feira, os últimos desenvolvimentos das crises políticas na região, principalmente a situação na República Democrática do Congo, Lesoto e Madagáscar.

(Foto: JA)
(Foto: JA)

A Cimeira vai fazer o balanço das actividades desenvolvidas pela organização e analisar o relatório do Comité Ministerial do Órgão de Cooperação Política, Defesa e Segurança, que reuniu no mês passado, em Swakopmund, Namíbia, e discutiu o reforço dos mecanismos e estratégias regionais para enfrentar e combater todos os fenómenos transnacionais atentatórios à segurança dos países da região.

Os Chefes de Estado e de Governo discutiram em Abril, em Harare, Zimbabwe, a Estratégia e o Roteiro para a Industrialização Regional e o Plano Estratégico Indicativo do Desenvolvimento Regional Revisto. A estratégia, a ser implementada em três fases, abrange o período 2015-2063, significando um horizonte de 48 anos.

Na Cimeira de Abril, que se realizou a título extraordinário, os líderes da região reafirmaram a importância  do desenvolvimento industrial no alívio à pobreza e emancipação económica dos povos da região.

Em representação do Presidente José Eduardo dos Santos, o ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, chefiou a delegação angolana à Cimeira que decorreu sob o lema “Uma estratégia regional para os caminhos da industrialização” e apreciou, ainda, os casos de xenofobia ocorridos na África do Sul.

A estratégia industrial foi alinhada com a visão continental, a Agenda 2063, uma estratégia para maximizar a utilização dos recursos de África para benefício da sua população. Os líderes sublinharam a importância crítica da infra-estrutura de apoio à industrialização e a necessidade de explorar os mecanismos de financiamento adequado para apoiar a aplicação da estratégia de industrialização.

Os Chefes de Estado e de Governo instruíram o Secretariado Executivo da SADC para finalizar o desenvolvimento de um Plano da Acção para facilitar a aplicação da estratégia e o Roteiro para a Industrialização Regional.

O evento decorreu num momento em que Angola aposta na diversificação da sua economia, com grande destaque para o sectores industrial, agrícola e dos transportes, sendo de suma importância para a SADC o funcionamento pleno do corredor do Lobito pela sua importância estratégia no plano da economia.

A delegação angolana integrou as ministras da Indústria e do Comércio,  Bernarda Martins e Rosa Pacavira. A SADC definiu como prioridade para a industrialização da região o desenvolvimento industrial  sustentável, competitividade produtiva e capacidade de oferta, livre circulação de bens e serviços e convergência macro-económica orientada para a estabilidade. O anfitrião da Cimeira, o Presidente do Zimba-bwe, Robert Mugabe, que é igualmente presidente em exercício da SADC, disse que apesar dos recursos abundantes da região, 70 por cento da população continua a viver na extrema pobreza. Detalhando o plano de industrialização, o Presidente Robert Mugabe referiu que o desafio é a exploração dos recursos da região para o benefício dos seus povos por meio de adição do valor e agregação.

“Somos ricos em recursos e vamos explorar nós mesmos esses recursos, não vamos deixar que sejam os outros a explorar os nossos recursos  e enriquecer a eles. Este foi o tópico mais importante da cimeira. Vamos construir nossas próprias indústrias e deixar que sejam os nossos jovens a gerir”, sintetizou Robert Mugabe.

A Comunidade de Desenvolvimento da África Austral é um bloco económico e político composto por 15 países, com o objectivo de promover a manutenção da paz e segurança na região e garantir o avanço económico, social e estabilidade política de cada um dos Estados-membros. Integram a SADC, Angola, África do Sul, Botsuana, República Democrática do Congo, Lesoto, Madagáscar, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia,  Seychelles, Suazilândia, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe. (jornaldeangola.co)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA