Lavrov: visita de Putin à Pequim dará forte impulso às relações entre a Rússia e China

(sputnik/ Yevgeny Biyatov)
(sputnik/ Yevgeny Biyatov)
(sputnik/ Yevgeny Biyatov)

A visita do presidente da Rússia Vladimir Putin à China, no início de Setembro, dará um novo impulso à parceria estratégica dos dois países, declarou nesta segunda-feira, 24, o ministro das Relação Exteriores russo Sergei Lavrov, em um artigo seu publicado pelo jornal russo Rossiyskaya Gazeta e pela publicação chinesa Diário do Povo.

Em 3 de Setembro os militares russos farão uma participação de honra no desfile do Dia da Vitória, em Pequim. A grandiosa parada militar será realizada na praça central Tiananmen, por ocasião do 70º aniversário da vitória do povo chinês na guerra contra o Japão. Diversos líderes estrangeiros foram convidados a prestigiar o desfile, incluindo o presidente russo Vladimir Putin.

“Pretendemos, de mão dadas com os nossos amigos chineses, a continuar fazendo tudo o que for necessário para elevar a nossa cooperação a novos patamares históricos para o bem dos nossos povos e em nome da confirmação dos ideais da justiça e da igualdade na arena internacional” – acredita o ministro russo.

Nas suas palavras, o componente mais importante do sucesso é “o intenso e confiável diálogo de mais alto nível”.

“Tenho a certa de que a visita do presidente da Rússia Vladimir Putin à China, no início de Setembro, dará um poderoso impulso adicional à nossa parceria estratégica multifacetada, e irá colaborar para o futuro desdobramento do seu potencial naturalmente inesgotável” – destacou Lavrov. (sputniknews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA