José Dirceu, ex-ministro de Lula da Silva, detido

José Dirceu, político brasileiro (VOA)
José Dirceu, político brasileiro (VOA)
José Dirceu, político brasileiro (VOA)

Em prisão domiciliária devido ao “mensalão”, homem forte do PT é acusado de envolvimento na operação “Lava Jato”.

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e homem forte do Governo Lula foi preso nesta segunda-feira, 3, numa nova fase da operação “Lava Jato”, que investiga o esquema bilionário de corrupção no país que envolve a Petrobras.

Segundo a Polícia Federal, a prisão de Dirceu faz parte da 17ª etapa da operação, em que foram expedidos 40 mandados judiciais, sendo três de prisão preventiva, cinco de prisão temporária, 26 de busca e apreensão e seis de condução coercitiva.

O antigo ministro do Governo Lula da Silva está a cumprir prisão domiciliária pelo seu papel central no conhecido processo do “mensalão”, em que foram desviados milhões de reais a favor do Partido dos Trabalhadores, no poder, e seus dirigentes.

Agora, Dirceu teve o nome citado na “Lava Jato” devido a pagamentos recebidos pela sua empresa de consultoria.

A operação “Lava Jato” investiga um esquema de corrupção principalmente na Petrobras, no qual empreiteiras formaram um cartel para conseguirem contratos de obras da empresa pública.

Em troca, pagavam “luvas” a funcionários da empresa, a operadores que lavavam dinheiro do esquema, políticos e partidos. (voa.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA