Jorge Valentim repudia postura do “Movimento Revolucionário de Angola” contra o PR

Jorge Valentim (Foto: Aurélio Segunda)
Jorge Valentim  (Foto: Aurélio Segunda)
Jorge Valentim (Foto: Aurélio Segunda)

Jorge Alicerces Valentim repudiou neste domingo, na cidade do Cuito (Bié), a postura do denominado Movimento Revolucionário de Angola (MRA), que pretendia promover actos que atentem à figura do Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

Falando à Angop, no quadro do encerramento do programa “Cacimbo Partidário” do MPLA, Jorge Alicerces Valentim sublinhou a necessidade das populações denunciarem todos os actos nocivos contra o Presidente José Eduardo dos Santos e que atentem à manutenção da paz e reconciliação nacional.

“Uma tendência de arrogância revolucionária de alguns jovens, que já não querem mais respeitar o passado e nem tampouco o que os mais velhos fazem, sobretudo o Presidente José Eduardo dos Santos, isto não é bom” enfatizou.

Jorge Valentim prosseguiu ainda, destacando o desempenho do Presidente da República, na construção e reabilitação de estradas, hospitais, escolas, pontes, distribuição de água potável, energia entre outras infra- estruturas sociais benefícios em prol das populações.

Desta maneira alertou à camada juvenil do país a efectuar uma “boa” escolha nas eleições gerais de 2017, contribuindo desta forma na preservação da paz e da Independência Nacional.

Já a segunda secretária da OMA no Bié, Emília Pajimba, asseverou que a organização feminina do MPLA vai continuar a apoiar o Presidente da República nas políticas públicas a favor das mulheres e não só.

Emília Pajimba destacou ainda o papel do Chefe de Estado na luta pela consolidação da paz, desenvolvimento de Angola, assim como o seu desempenho na região austral do continente africano, mormente na resolução de conflitos, e outros assuntos que visam elevar o progresso socioeconómico dos povos. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA