Irão considera positivo novo plano da ONU para Síria

(AFP)
(AFP)
(AFP)

O Irão, principal aliado regional do regime do presidente sírio, Bashar al Assad, acolheu favoravelmente o novo plano das Nações Unidas para um acordo político sobre a crise síria.

“Podemos considerar que este novo plano é um passo dos atores regionais e internacionais para uma melhor compreensão da realidade no terreno e no plano político”, declarou a porta-voz do ministério iraniano das Relações Exteriores, Marzieh Afjam.

O Conselho de Segurança da ONU apoiou na segunda-feira, por unanimidade, uma iniciativa que favorece uma solução política para a guerra na Síria.

A iniciativa de paz, que deve começar em Setembro, prevê quatro grupos de trabalho para analisar temas como segurança e defesa, combate ao terrorismo, assuntos políticos e legais, e reconstrução.

O Conselho pediu que todas as partes trabalhem para acabar com a guerra “lançando um processo liderado pela Síria que permita uma transição política que responda às aspirações legítimas do povo sírio”.

“A República Islâmica do Irão estima que o povo e o governo sírios têm o papel principal neste processo”, disse Afkham.

O Irão é o principal aliado regional da Síria e concede uma importante ajuda financeira e militar, incluindo assessores no terreno.

Os Estados Unidos acolheram com reserva a reacção positiva do Irão, que “no dia de hoje não quer desempenhar um papel útil na Síria”, afirmou o porta-voz do departamento de Estado, John Kirby.

Washington multiplica as consultas diplomáticas há semanas para encontrar uma saída para a crise síria, entre elas um encontro inédito dos ministros das Relações Exteriores de EUA, Rússia e Arábia Saudita, John Kerry, Serguei Lavrov e Adel al Jubeir, em 3 de Agosto passado.

“Vamos seguir negociando um processo político” na Síria, disse Kirby, mas “não planejamos convidar o Irão para discutir no momento”. (afp.com)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA