Inaugurada cooperativa de crédito dos funcionários da presidência

Manuel da Cruz Neto, secretário-geral da COOCREFP (Foto: Lucas Neto)
Manuel da Cruz Neto, secretário-geral da COOCREFP (Foto: Lucas Neto)
Manuel da Cruz Neto, secretário-geral da COOCREFP (Foto: Lucas Neto)

O ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Edeltrudes Costa, procedeu à inauguração hoje, quarta-feira, em Luanda, das instalações da Cooperativa de Crédito dos Funcionários da Presidência da República (COOCREFP).

Edultrudes Costa, depois do acto inaugural do empreendimento, em representação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, visitou algumas áreas de serviço da COOCREFP, que conta com 18 funcionários para prestar serviços aos associados desta cooperativa, com fins não lucrativos.

Na ocasião, o secretário-geral do Presidente da República, Manuel da Cruz Neto, frisou que esta cooperativa tem por objectivo criar condições para que os trabalhadores da presidência possam ter acesso a um conjunto de serviços financeiros como depósitos, levantamentos de valores, créditos e outras condições sociais.

“A cooperativa vai funcionar na base da solidariedade da cooperação” adiantou Manuel Neto, salientando que a instituição tem parceiros como o Banco Angolano de Investimentos, mas irá trabalhar com demais agências bancárias.

Por seu lado, a directora-geral da COOCREFP, Carla Pataca, recordou que o conceito de cooperativa de crédito data dos anos 1800 e que alguns países do mundo têm exemplos bem sucedidos deste tipo de acções.

No seu entender, uma cooperativa de crédito é uma associação de pessoas que através de contribuições mensais ou cotas possibilitam a intermediação financeira entre cooperados, facilitando o acesso aos serviços financeiros com preços e condições mais acessíveis, comparativamente ao mercado tradicional.

A Cooperativa de Crédito dos Funcionários da Presidência da República incorpora ainda acções ligadas ao “fomento do cooperativismo através de programas de marketing e formação direccionada aos associados, entre outros.

Podem associar-se todas as pessoas singulares, maiores de idade e com capacidade de exercício de direitos que concordem com o seu estatuto, preencham as condições nele estabelecidas e sejam funcionários efectivos dos Órgãos Auxiliares da Presidência da República. A subscrição de valor é de AKZ 15.000.00.

Contando já com 100 membros fundadores, a COOCREFP foi proclamada a 31 de Janeiro de 2014, em Luanda durante uma assembleia , que juntou mais de cem trabalhadores ligados a este serviço.

O cooperativismo é uma filosofia de vida baseada na união das pessoas com interesses comuns, que desejam satisfazer as suas necessidades económicas, sociais e culturais por meio da cooperação fundamentada na participação democrática, solidária, independente e autónoma. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA