Huíla: Justiça projecta abertura de lojas de registo em quatro municípios

Loja de Registos (Foto: Angop)

Lubango – A delegação provincial da Huíla da Justiça e direitos Humanos vai instalar ainda este ano quatro lojas de registos e repartições de identificação civil nos municípios da Jamba, Cacula, Gambos e Matala.

Loja de Registos (Foto: Angop)
Loja de Registos (Foto: Angop)

A Angop soube de fonte da instituição que a acção se enquadra no programa de expansão e modernização dos serviços justiça nos 14 municípios que compõe a província da Huíla.

De acordo com a fonte, nestes municípios já existem instalações onde vão funcionar os serviços de justiça, uma vez que, as respectivas administrações já as cederam e apenas se aguarda pela colocação dos equipamentos.

Com abertura destas lojas, a província da Huíla passará a contar com nove instituições do género, contando com as erguidas nos municípios da Humpata, Caluquembe, Caconda, Quilengues e no Lubango.

A para das lojas de registo e repartições de identificação civil, a delegação da justiça pretende abrir dois balcões do empreendedor nas localidades da Chibia e Quipungo, bem como a construção de um centro regional sul de formação de oficiais.

O programa de expansão dos serviços de justiça, nesta província, prevê ainda a abertura do Tribunal de Relação, no Lubango, concluir as obras do edifício dos AAA, onde funcionará o tribunal provincial, e instalar meios técnicos na maternidade “Irene Neto”.

Criação de um programa radiofónico sobre o registo civil, logo após o nascimento, uma vez existir ainda algum tabu por parte de pessoas menos informadas devido a aspectos culturais, é também uma das prioridades do sector da justiça na Huíla. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA