Huíla: Construção de unidades sanitárias da Eywa em ritmo satisfatório

HUILA: ALTINO MATIAS - DIRECTOR PROVINCIAL DA SAÚDE (Foto: ANgop)

Lubango – O director provincial da Huíla da saúde, Altino Matias, manifestou-se hoje (segunda-feira), nesta cidade, satisfeito pela evolução das obras de construção de uma maternidade e pediatria na centralidade da Eywa, no município do Lubango.

HUILA: ALTINO MATIAS - DIRECTOR PROVINCIAL DA SAÚDE (Foto: ANgop)
HUILA: ALTINO MATIAS – DIRECTOR PROVINCIAL DA SAÚDE (Foto: ANgop)

Em declarações à imprensa, o responsável disse que apesar de constrangimentos provocados por alteração nas estruturas, as obras retomaram um ritmo de excução que satisfaz o sector.

O director provincial explicou que o hospital pediátrico sofreu alteração nas suas estruturas, o que originou um ligeiro atraso, mas até ao final do ano a unidade estará concluída.

Sobre a maternidade, Altino Matias informou existir um avanço significativo nas estruturas de base, uma vez que foram concluídas todas as naves que comportam a unidade.

“Estamos satisfeitos com o andamento das obras e acreditamos que as mesmas estarão concluídas em breve e colocadas à disposição da população”, realçou.

A construção do hospital pediátrico do Lubango iniciou em 2012, terá capacidade para internar 256 pacientes e comportará salas de espera e de consultas externas, blocos operatórios, morgue, farmácias, serviços de urgência, entre outros.

Orçado em mais de um bilião de Kwanzas, a unidade hospitalar passará auxiliar outra existente no bairro Hélder Neto, que possui 150 camas.

A maternidade vai comportar seis naves para serviços de parto, pós-parto, urgência, blocos operatórios, duas morgues, consultas externas e terá uma capacidade de internamento de 450 camas.

A construção da nova maternidade do Lubango está avaliada em mais de um bilião de Kwanzas

A cidade do Lubango conta com uma maternidade de referência que tem capacidade para internar mais de 195 pacientes.

Estão também em construção o primeiro centro de oftalmologia e uma unidade de tratamento de lixo hospitalar, com a capacidade diária de incinerar dez mil toneladas de resíduos sólidos. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA