Guiné-Bissau lembra massacre de Pindjiguiti

O massacre em 1959 de cerca de 50 estivadores do Porto de Pindjiguiti (Foto: Imagens de Arquivo)
O massacre em 1959 de cerca de 50 estivadores do Porto de Pindjiguiti (Foto: Imagens de Arquivo)
O massacre em 1959 de cerca de 50 estivadores do Porto de Pindjiguiti
(Foto: Imagens de Arquivo)

A Guiné-Bissau assinalou hoje o aniversário do massacre em 1959 de cerca de 50 estivadores do Porto de Pindjiguiti que reivindicavam melhores condições salariais.

Um protesto que fora reprimido pelas tropas coloniais portuguesas da altura. A efeméride contava com a presença de Pedro Pires, ex-presidente cabo-verdiano e antigo comandante do PAIGC durante a luta de libertação nacional nas matas da Guiné. (rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA