Fiscalização do distrito urbano da Samba inspecciona contratos de comerciantes

ESTABELECIMENTO COMERCIAL (Foto: Angop)

As equipas de fiscalização, criadas no âmbito do novo modelo de recolha de lixo, no distrito urbano da Samba, em Luanda começam a partir de Setembro a inspeccionar os contractos entre os comerciantes e as empresas de limpeza de resíduos naquela circunscrição.

ESTABELECIMENTO COMERCIAL (Foto: Angop)
ESTABELECIMENTO COMERCIAL (Foto: Angop)

De acordo com o administrador distrital, Venceslau Alves Sardinha,  que falava hoje terça-feira na reunião sobre análise da  primeira semana do início do novo modelo de recolha de lixo na cidade  capital,  devidos os trâmites exigidos pelo programa, os processos só serão concluídos no fim de Agosto.

Disse que uma vez feito o processo de cadastramento, contractos e outros trâmites, as equipas de fiscalização estarão em condições de inspeccionar e penalizar, de acordo com a lei, os empresários e comerciantes que se oporem as medidas  tomadas pelas autoridades.

Venceslau Sardinha  deu a conhecer que  no  leque das três empresas seleccionadas será inserida uma outra que vai se ocupar da limpeza de  instituições comerciais de grande porte no distrito da Samba.

O chefe de repartição  para os serviços  comunitários, Dorlito Folonga, disse que a nível dos bairros Morro Bento I e II  foram já alistadas  63 lojas  e quanto o balanço da primeira semana foram constatadas algumas dificuldade  no que concerne a incapacidade de recolha de algumas micro empresa  contratadas.

A reunião que contou com a participação dos administradores de bairros e chefe de repartição serviu igualmente  para análise do grau de comprimento das operadoras, prontidão das famílias no âmbito do programa Cidade Limpa e ponto de situação operativa da Policia  Nacional. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA