Êxodo de técnicos cubanos de Angola

(DR)
(DR)
(DR)

A dívida angolana para com Cuba está, desde já, a repercutir-se na saída de Angola de técnicos cubanos. Estes estão muito presentes nas áreas da educação e da saúde. O seu regresso a Cuba está a perturbar vários serviços que contavam com esta mão-de-obra.

A dívida angolana para com Cuba está orçada em 300 milhões de dólares.

Professores e médicos cubanos estariam a regressar ao seu país devido a atrasos no pagamento desta dívida à Havana por parte de Luanda.

Algumas unidades hospitalares e estabelecimentos de ensino estariam a ser afectadas com esta saída.

As autoridades angolanas alegam, porém, que se está a proceder a um pagamento faseado desta dívida e não confirmam estas partidas.

Mais de 2 000 professores e médicos cubanos trabalham em Angola no âmbito do acordo de cooperação vigente entre os dois países. (rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA