EUA: Homem é acusado de assassinato após descoberta de oito corpos no Texas

(Foto de Jim Watson/AFP)
(Foto de Jim Watson/AFP)
(Foto de Jim Watson/AFP)

Um homem que enfrentou a polícia em uma casa do estado americano do Texas foi preso e acusado de assassinato, após a descoberta de corpos de seis crianças e dois adultos no local, anunciaram altos funcionários neste domingo.

O homem foi detido sem direito à fiança e pode ser condenado à morte se foi considerado culpado.

Agentes da polícia do condado de Harris, perto de Houston, foram até a casa, após receberem um telefonema na noite de sábado, informou o porta-voz da polícia, Thomas Gilliland, à emissora KHOU News.

As vítimas foram encontradas nos três quartos da casa. Todas tinham sido mortas a tiros, vários algumas delas, e outras estavam algemadas, informou a jornalistas o principal investigador do caso, Craig Clopton.

Quando os policiais entraram na casa, um homem que estava no local abriu fogo contra eles, forçando-os a recuar. Em seguida, iniciaram negociações com o atirador, que acabou se entregando.

A polícia identificou o homem como Donald Conley, de 48 anos, ex-companheiro de Valerie Jackson (40), que morreu no ataque, ao lado do esposo e de seus filhos, disse Tiom Cannon, funcionário do serviço social, à imprensa.

Pelo menos uma das crianças mortas, a mais velha, poderia ser filha de Conley, acrescentou.

Os antecedentes violentos de Conley remontam ao ano 2000, noticiou o Houston Chronicle, destacando que anteriormente ele tinha ameaçado e atacado a ex-companheira.

“Não posso compreender plenamente as motivações que podem levar alguém a acabar com a vida de tantas pessoas inocentes, especialmente as vidas de crianças”, disse Cannon, acrescentando que a polícia fará uma investigação exaustiva sobre o múltiplo assassinato. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA