EUA: Donald Trump expulsa jornalista latino de entrevista colectiva

(AFP)
(AFP)
(AFP)

O pré-candidato republicano à Casa Branca Donald Trump expulsou nesta terça-feira de uma entrevista colectiva o conhecido jornalista latino Jorge Ramos, severo crítico de suas posições sobre imigração.

O incidente ocorreu quando o jornalista e apresentador participava de uma sessão de perguntas e respostas com Trump transmitida “ao vivo” por vários canais de TV dos Estados Unidos.

Ramos, que já entrou em choque com Trump sobre temas como imigração e deportação, se levantou para fazer uma pergunta e foi ignorado pelo magnata, que cedeu a palavra a outro jornalista.

O jornalista insistiu e Trump se irritou: “desculpe-me, mas o senhor não foi chamado, sente-se”.

“Tenho o direito de fazer uma pergunta, retrucou Ramos, ao que Trump disse: “volte para a Univisión” (rede de televisão).

Ramos foi retirado da sala pelos seguranças e Trump explicou que nada tinha contra o jornalista, mas que era preciso seguir as regras. “Estava fora do lugar (…), se levantou e começou a gritar (…), mas não me importo se ele voltar”.

De fato, Ramos voltou, recebeu o aval de Trump e pôde formular uma série de perguntas sobre imigração, em uma espécie de morde e assopra com o pré-candidato.

Ramos admitiu que bate de frente com Trump por seu plano “absurdo” sobre migração, que inclui a deportação da maioria dos 11 milhões de estrangeiros ilegais que vivem nos Estados Unidos.

“Isto é pessoal. Quando fala sobre os imigrantes, está falando de mim”, explicou Ramos à CNN. (swissinfo.ch)

por AFP

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA