Em encontro com chanceler alemão, Alckmin afirma que emprego é prioridade

Governador Geraldo Alckmin (Foto: D.R.)
Governador Geraldo Alckmin (Foto: D.R.)
Governador Geraldo Alckmin
(Foto: D.R.)

O governador Geraldo Alckmin recebeu nesta sexta-feira (21) o ministro das Relações Exteriores da Alemanha Frank-Walter Steinmeier. O encontro durou cerca de uma hora e tratou de parcerias já estabelecidas, investimentos, educação e possibilidades de novas cooperações entre as regiões.

 “São Paulo é o maior polo industrial alemão fora da Alemanha e estamos muito satisfeitos que essas empresas mantenham-se fieis ao país mesmo em tempos difíceis”, afirmou o chanceler.  O governador falou sobre a nova unidade da montadora Mercedes Benz que será implantada em Iracemápolis no final do ano. “Nós priorizamos a pesquisa, a tecnologia e a área industrial que gera os melhores empregos”, disse Alckmin.

Sem tirar do foco o atual momento econômico brasileiro,  Steinmeier falou sobre a experiência alemã. “Há cerca de dez anos a Alemanha era considerada o ´homem doente´ da Europa, mas superamos aquele momento e conseguimos nos tornar mais fortes hoje do que éramos antes da crise”.

Alemanha e São Paulo possuem vários acordos de cooperação firmados principalmente nos setores de ciências, tecnologia e educação. Segundo o chanceler, nos últimos quatro anos cresceu em 34% o número de estudantes da língua alemã em São Paulo.

Alckmin falou sobre o interesse em importar a tecnologia alemã para evitar a perda de água decorrente de vazamentos no sistema.   “Alemanha e o Japão possuem a tecnologia mais avançada”, afirmou.

Participaram do encontro o vice-governador Márcio França, a chefe da Assessoria Internacional Helena Monteiro, a chefe do Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores em São Paulo embaixadora Débora Barenboim-Salej, o diretor da Investe São Paulo Sérgio Costa, o embaixador da Alemanha no Brasil Dirk Brengelmann, o cônsul geral da Alemanha em São Paulo Axel Zeidler, entre outras autoridades. (saopauloglobal.sp.gov.br)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA