Documentário “Langidila, Diário de um Exílio Sem Regresso” apresentado em Luanda

BANDEIRA DA OMA (Foto: Angop/Arquivo)
BANDEIRA DA OMA (Foto: Angop/Arquivo)
BANDEIRA DA OMA (Foto: Angop/Arquivo)

Um documentário, intitulado “Langidila, Diário de um Exílio Sem Regresso”, vai ser apresentado, terça-feira (dia 25 de Agosto), as 16H00, no Centro de Convenções de Talatona, numa cerimónia que será organizada para o efeito, indica uma nota de imprensa da empresa promotora, a que à Angop teve acesso hoje, sexta-feira.

O documentário Langidila é um retracto dos momentos vividos pela nacionalista e guerrilheira Deolinda Rodrigues, um depositário invulgar de informações sobre a sociedade colonial, produzido com base no seu diário, que inspirou os pesquisadores e mentores desta obra de suma importância.

O documentário histórico é o registo de uma epopeia gloriosa da nacionalista Deolinda Rodrigues, realçando o seu alto sentido patriótico e defesa incondicional aos ideais de liberdade e autodeterminação, tendo-se tornado o expoente máximo da participação da mulher angolana na luta armada pela conquista da Independência Nacional.

A cerimónia de apresentação do documentário “Langidila, Diário de um Exílio Sem Regresso” contará com a presença de Deputados à Assembleia Nacional, membros do Executivo, representantes do corpo diplomático, acreditado em Angola, e da sociedade civil.

O documentário, que será exibido igualmente nas províncias e junto das comunidades angolanas no exterior, enquadra-se nas comemorações dos 40 anos da Independência Nacional. (portralangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA