Distribuídos 360 lotes para auto-construção dirigida em Cuanhama

CUNENE: GONÇALVES NAMWEIA - ADMINISTRADOR MUNICIPAL DO CUANHAMA (Foto: Angop)

Ondjiva -Trezentos e sessenta lotes de terra foram distribuídos no presente ano pela administração municipal do Cuanhama, província do Cunene, para auto-construção dirigida.

CUNENE: GONÇALVES NAMWEIA - ADMINISTRADOR MUNICIPAL DO CUANHAMA (Foto: Angop)
CUNENE: GONÇALVES NAMWEIA – ADMINISTRADOR MUNICIPAL DO CUANHAMA (Foto: Angop)

O administrador municipal do Cuanhama, Gonçalves Namweia, disse hoje, quarta-feira, à Angop, que cada cidadão recebeu um espaço de 600 metros quadrados, o que permite a construção de uma casa favorável para se viver.

Deu a conhecer que a administração dispõem de 120 mil hectares reservados na área de Omuhongo, que se destina ao realojamento das famílias que no passado ocuparam as zonas de risco, bem como daquelas áreas onde o governo pretende construir algumas infraestruturas sociais.

De acordo com o responsável, o processo de distribuição das parcelas de terra será continuo, com vista a impulsionar e estimular a construção orientada, visando a melhoria das condições de vida das populações em termos habitacionais.

“A distribuição de terras é extensiva a qualquer cidadão que manifeste interesse para construir a sua residência”, realçou.

No entanto, lamentou o comportamento demonstrado por alguns cidadãos abrangidos na primeira fase, que tentam ludibriar as autoridades, vendendo os espaços, com intenção de tirarem proveito, mas que a administração vai continuar a tomar medidas coercivas para acabar com tal atitude.

Com uma superfície de 20 mil e 255 quilómetros quadrados, o município do Cuanhama está dividido administrativamente pelas comunas de Ondjiva, Môngua, Evale, Nehone e Oshimolo, conta com uma população estimada em 360 mil e 491 habitantes. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA