Dilma aposta no agronegócio e elogia a ministra da Agricultura

(AFP 2015/ Evaristo Sa)
 (AFP 2015/ Evaristo Sa)
(AFP 2015/ Evaristo Sa)

A presidenta Dilma Rousseff disse nesta terça-feira (18) que a “Pátria Agropecuária” passa a integrar a “Pátria Educadora”, lema do governo federal neste segundo mandato.

Dilma participou da inauguração da Escola Nacional de Gestão Agropecuária (Enagro). Na ocasião, a presidenta elogiou o trabalho que vem sendo feito pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu.

“Acredito que a senhora ficará como uma das pessoas que modificou, de forma profunda, a agricultura no nosso país, porque o que estamos fazendo aqui hoje tem um valor de curto prazo, mas, sobretudo, de longo prazo. Uma outra conquista da atividade da ministra Kátia Abreu, são os acordos comerciais muito bem-sucedidos que nós temos conseguido fazer neste momento, e que têm uma competitividade ainda maior”, disse.

Dilma defendeu o setor agrícola nacional como sendo de “altíssima produtividade”, e voltou a dizer que o Brasil passa por um momento de transição e de ajustes para superar a crise econômica. “Nessa travessia, algumas coisas nós não podemos permitir que voltem atrás ou que tenha retrocesso. Dentro disso, está o agronegócio, que deu tantos ganhos para o nosso país. É por isso que nós aumentamos, mesmo num momento de dificuldades, em 20% os recursos de financiamento e para as políticas”, disse.

“Acredito que isso é o reconhecimento também, por parte do governo, da imensa importância desse setor. Acho que, de fato, é uma visão muito estreita supor que há uma oposição entre governo e setor privado”, acrescentou.

De acordo com Dilma, o agronegócio é o setor onde o Brasil tem excelência, pois consegue associar a qualidade das terras do país com a capacitação humana no desenvolvimento de ciência, tecnologia e inovação, informou Agência Brasil. (sputniknews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA