Delegação do MPLA dialoga com presidente da UPC do Burkina Faso

Delegações dos Partidos MPLA e UPC reunidas (Foto: Lucas Neto)

Uma delegação do MPLA chefiada pelo seu vice-presidente, Roberto de Almeida, reuniu-se nesta terça-feira, em Luanda, com o presidente da União para o Progresso e a Mudança (UPC) do Burkina Faso, Zephirin Diabré, em Angola desde segunda-feira para uma visita de três dias.

Delegações dos Partidos MPLA e UPC reunidas (Foto: Lucas Neto)
Delegações dos Partidos MPLA e UPC reunidas (Foto: Lucas Neto)

“Foi com bastante satisfação que recebemos a delegação da UPC chefiada pelo seu presidente, Zephirin Diabré, de quem recebemos informações sobre a situação política,
económica e social vigente no Burkina Faso, após as mudanças que lá se registaram”, disse Roberto de Almeida em declarações à imprensa.

O dirigente político salientou que o MPLA e a UPC têm mantido contactos no quadro da Internacionalista Socialistas, onde o secretário-geral daquele partido, Julião Mateus Paulo
“Dino Matrosse”, é vice-presidente, e foi neste âmbito que o presidente Zephirin Diabré manifestou o desejo de vir a Angola.

Roberto de Almeida acrescentou que a direcção do seu partido também foi informada sobre questões que se prendem com a preparação das próximas eleições presidenciais
no Burkina Faso, previstas para Outubro deste ano.

Por seu turno, Zephirin Diabré, candidato às presidenciais pela UPC, disse que o Burkina Faso está a passar por um momento de transição, estando o governo interino a trabalhar
para que as eleições decorram sem inquietação.

Relativamente a visita, disse que ela está a permitir a troca de informações sobre as situações vigentes em Angola e no Burkina Faso, ao mesmo tempo que ajudará a reforçar o conhecimento mútuo e estabelecer relações de solidariedade e de cooperação entre as duas forças políticas.

“Nós fomos testemunhas da chegada do MPLA ao poder em Angola, na altura liderado pelo Presidente Agostinho Neto, hoje dirigido pelo Presidente José Eduardo dos Santos,
e estamos a verificar um país que avança em vários domínios e a fazer grandes esforços para oferecer um futuro melhor para a sua juventude”, notou.

Sobre os 40 anos de independência que Angola vai assinalar em 11 de Novembro próximo, Zephirin Diabré vaticinou que será um aniversário de satisfação para o povo angolano, tendo em conta as realizações em curso.

“Graças ao empenho de todos angolanos e do seu Presidente, Angola tornou-se num país sobre o qual se pode contar em África”, valorizou Zephirin Diabré, que efectua a sua primeira visita a Angola na qualidade de presidente da UPC.

De acordo com o programa de visita, Zephirin Diabré, cujo regresso à capital burkinabe,Ouagadougou, está prevista para esta quinta-feira, vai deslocar-se ao Memorial António
Agostinho Neto e à Cidade do Kilamba, em Luanda.

Até à data do início do actual processo de transição político-institucional no Burkina Faso, a UPC era o principal partido da oposição ao anterior Governo, então dirigido pelo ex-
presidente Blaise Campaoré. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA