Cuanza Sul: Melhorias no atendimento permite diminuição de internamentos

(D.R)

Ebo – O hospital municipal do Ebo, província do Cuanza Sul, com uma capacidade de 50 camas tem internado, desde os últimos 15 dias, sete doentes fruto dos programas de cuidados primários de saúde e a expansão deste serviços junto às populações.

(D.R)
(D.R)

Em declarações à imprensa, o administrador municipal do Ebo, Rui Miguel, valorizou o empenho dos profissionais de saúde que a par da expansão dos serviços na comunas e aldeias a o incremento das palestras junto das populações sobre a prevenção de doenças.

“As doenças mais frequentes estão identificadas: malária, diarreias e respiratórias agudas, parasitoses intestinais, conjuntivite, anemias,  infecções urinárias e da pele, febre tifóide, (…) e, os técnicos dão tido de si para que a população perceba que mais vale prevenir do que remediar,” realçou.

Apesar desta situação favorável, os sectores da saúde enfrentam dificuldades de ordem conjuntural visto que os serviços de  radiologia, cirurgia e traumatologia não são efectuados no município, cujo recurso em casos do género é a evacuação para as unidades hospitalares da Gabela e do Sumbe.

Segundo Rui Miguel, as acções traçadas no quadro da implementação do  programa municipal integrado de desenvolvimento rural de combate à  pobreza e dos cuidados primários de saúde têm ajudado a  mudar o cenário que  a localidade vivia, mas acima de tudo está também a força das autoridades administrativas e população em geral que estão determinadas em vencer as barreiras e alcançar o desenvolvimento  social.

A rede sanitária é composta de 27 unidades hospitalares,  sendo um hospital municipal, dois centros de saúde distribuídos  um na sede e outro na comuna do Condé e 22 postos de saúde, nos arredores da sede e nas comunas e conta com duas ambulâncias.

O corpo clínico é composto por duas médicas e 60 enfermeiros de diversos escalões.

O município do Ebo tem uma superfície de 2.520 quilómetros quadrados, conta com uma população estimada em 152 mil e 051 habitantes  distribuídos pela sede, Condé,  Cassanje, a povoação administrativa da Chôa e 141 aldeias. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA