Cuanza Norte: Cinqueta novos contentores reforçam programa de recolha de lixo no Golungo Alto

CUANZA NORTE: PANORÂMICA DA VILA MUNICIPAL DO GOLUNGO-ALTO (Foto: Lucas Leitao)

Golungo Alto – A Administração Municipal do Golungo Alto, província do Cuanza Norte, conta com 50 novos contentores para ajudarem no programa de recolha de lixo, para melhorar o saneamento básico da região.

CUANZA NORTE: PANORÂMICA DA VILA MUNICIPAL DO GOLUNGO-ALTO (Foto: Lucas Leitao)
CUANZA NORTE: PANORÂMICA DA VILA MUNICIPAL DO GOLUNGO-ALTO (Foto: Lucas Leitao)

A informação foi avançada, quarta-feira, à Angop, pelo chefe da Secção dos Serviços Comunitários do Golungo Alto, Marciano Filho, tendo salientado que os 50 novos contentores, vão se juntar a outros 100 já existentes no município.

Os novos contentores, referiu, foram adquiridos no princípio deste mês e vão permitir realizar, com maior abrangência, a actividade de recolha de lixo no município.

Anteriormente, lembrou, a actividade de recolha de lixo era feita num espaço limitado, devido a insuficiência de contentores, mas com os novos meios vai ser aumentado o raio da acção da colheita dos resíduos sólidos na região.

Enalteceu a contribuição dos munícipes, principalmente dos proprietários de estabelecimentos comerciais, vendedores do mercado  municipal e vendedores ambulantes, que estão a contribuir para o sucesso do programa de limpeza e saneamento básico da região, por depositarem o lixo nos locais apropriados.

Salientou que a administração possui uma comissão de fiscalização que está a trabalhar na sensibilização das  comunidades, no sentido a colocarem o lixo em locais e horários   apropriados.

A comissão, acrescentou, tem exortado à população a realizar campanhas de limpeza, para evitar o surgimento de certas doenças, e tem fixado  placas  em diversos  pontos  da  sede  municipal, onde é proibido deitar lixo.

O município dispõe de uma empresa encarregue da limpeza da cidade  que, semanalmente,  recolhe, em média, mais de 17 toneladas  de  resíduos sólidos. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA