Coréon Dú encanta fãs

The Coréon Dú Experiment (D.R)

O músico Coréon Dú realizou ontem no espaço cultural Resort Bantú em Viana um espectáculo memorável, enquadrado nos festejos dos 40 anos de Independência Nacional marcado pela interactividade com a plateia e a diversidade de géneros.

The Coréon Dú Experiment (D.R)
The Coréon Dú Experiment (D.R)

Durante a apresentação, o artista fez os convivas preencherem a pista de dança defronte ao palco obrigando os que o quiseram ver cantar a se manterem em pé.

Ao som de alguns êxitos dos álbuns “The Coréon Experiment” (2010), “The We Dú Experiment” (2013) e “Binário” (2014), Coréon Dú arrancou aplausos, gritos e assobios assim que foi chamado ao palco.

O cantor aliou a sua voz, na interpretação de “Round and Round”, “La Resbalosa”, “Que Pasó”, “Binário” e “Bailando Kizomba”, à qualidade da execução instrumental do conjunto Da Banda, para prender a atenção do público.

Motivado em acompanhar o cantor do princípio ao fim o público vibrou quando Coréon Dú fez dueto com Yola Semedo, de quem disse ser fã, em “Serpente”, de uma composição de Felipe Mukenga e Felipe Zau. Yola Semedo e Kyaku Kyadaff também protagonizaram momentos ímpares no concerto.

Ambos mantiveram o clima aceso com canções com as quais concorrem na edição deste ano do Top dos Mais Queridos da Radiodifusão Nacional de Angola (RNA). Yola Semedo, com “Você me Abana”, e Kyaku Kyadaff, com “Prazer Quebrado”, deram lugar a Leo, Anna Joyce e Gabriel Tchiema, que interpretaram “Apareça”, “O final” e “Azulula”.

Os humoristas Agente Formiga e Cotingo arrancaram gargalhadas dos espectadores, ao satirizar alguns factos do quotidiano como o uso de cosméticos para clarear a pele e de anabolizantes.

Com um percurso que começou em 2001, depois de se dedicar a vários projectos criativos ligados ao teatro, televisão, música e à dança, na qualidade de produtor, e à moda, como designer e director criativo, Coréon Dú atingiu a internacionalização da carreira no ano passado, com a edição do álbum “Binário”.

O CD foi apresentado nos Estados Unidos e conta com a participação de artistas norte-americanos, brasileiros e cubanos. Foi gravado em vários países e produzido pelo aclamado músico latino-americano Andrés Levin, vencedor de um Grammy. (jornaldeangola.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA